aA estimativa do governo local é de vacinar 1 milhão de pessoas, nesse primeiro momento
Foto: Reprodução: iG Minas Gerais
A estimativa do governo local é de vacinar 1 milhão de pessoas, nesse primeiro momento

A vacinação contra a Covid-19 na França será gratuita para todos e deve ter início em janeiro de 2021 para idosos em casas de repouso. A estimativa do governo local é de vacinar 1 milhão de pessoas, nesse primeiro momento.

Em fevereiro, será a vez de pessoas fragilizadas por idade ou patologias, cerca de 14 milhões, e na primavera, para toda a população maior de 18 anos, anunciou o primeiro-ministro Jean Castex, nesta quinta-feira (3), em uma coletiva de imprensa.



"A França terá um potencial de 200 milhões de doses, o que permitirá que 100 milhões de pessoas sejam vacinadas", explicou Jean Castex. Para garantir o acesso gratuito à vacina, o governo destinou €1,5 bilhão para a vacinação no orçamento da Saúde para 2021.

"O nosso primeiro objetivo é garantir que a França tenha vacinas suficientes para a sua população. E obviamente, e esta é outra vantagem das negociações conduzidas a nível europeu, pagaremos apenas o que de fato nos for entregue no final", sublinhou o primeiro-ministro.

A estratégia de vacinação "será apresentada ao Parlamento" durante o mês de dezembro, disse Jean Castex, que está "empenhado em garantir que toda a transparência, toda a pedagogia seja feita nas decisões que serão tomadas".

Castex lembrou que a "transparência" era um "imperativo" diante da "relutância, às vezes até dos temores expressos por alguns de vocês". A França é o país europeu com mais resistência à vacina. Cerca de metade da população não quer ser vacinada.

"A vacina contra o medo é o conhecimento", disse o ministro da Saúde Olivier Véran, também presente na coletiva de imprensa, citando a estratégia do governo de informação e transparência para criar confiança nos franceses que têm medo de tomar a vacina.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários