Vacina CoronaVac será produzida pelo Instituto Butantan no Brasil
Fotoarena / Agência O Globo
Vacina CoronaVac será produzida pelo Instituto Butantan no Brasil

Apesar das considerações sobre um espaço maior entre as duas doses da vacina CoronaVac - para aumentar o número de pessoas imunizadas no primeiro momento - o Insituto Butantan pontua que os estudos de eficácia da vacina levam em consideração o intervalo mínimo de 14 dias entre as doses.

De acordo com o governo de São Paulo, a taxa de eficácia será divulgada amanhã, quinta-feira (7). A aplicação de dose única da vacina é a estratégia utilizada pelo Reino Unido e, até o momento, considerada por outros países como Alemanha e Bélgica. No Brasil, porém, ainda não há análises que possibilitem a decisão sobre o assunto.

Uma reportagem da Folha de São Paulo afirmou, na terça-feira (5), que membros do Centro de Contingência estariam avaliando a possibilidade no Brasil. Ainda não há, porém, registro ou autorização de uso emergencial do imunizante - em qualquer formato - no Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários