Segunda onda de Covid
Mário Oliveira/SECOM
Segunda onda de Covid



Durante a segunda onda da pandemia, a subnotificação de dados sobre Covid-19 piorou . Em agosto de 2020, no primeiro pico da pandemia, 39 cidades atualizavam os dados diariamente. Em janeiro, foram 23. O levantamento foi feita pela Info Tracker, plataforma feita pela USP e Unesp para monitorar a crise, a pedido do UOL. 


Você viu?


Segundo pesquisa, o motivo foi a troca de prefeitos e o receio de novas restrições sanitárias. O levantamento é feito desde março de 2020 e recolhe diariamente informações divulgadas pelos municípios paulistas.

Quando as prefeituras divulgam os dados, apenas os números de "casos confirmados" e "óbitos" são notificados em todos os municípios, segundo matéria do UOL. Entretanto, existem oito indicadores que deveriam ser utilizados: casos notificados, suspeitos, confirmados, descartados, internados, óbitos, óbitos investigados e curados.

Dentre os 92 municípios avaliados, apenas 11% preenchem os oito indicadores e só quatro prefeituras divulgam diariamente informações desde o início da pandemia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários