35% dos israelenses já receberam a segunda dose do imunizante
Foto: Thinkstock/Getty Images
35% dos israelenses já receberam a segunda dose do imunizante

Metade da população de Israel já tomou uma dose da vacina contra a Covid-19, enquanto 35% dos israelenses já receberam a segunda dose do imunizante. As informações foram divulgadas pelo ministro da Saúde Yuli Edelstein, na quinta-feira (25).

De acordo com Edelstein, o país também contabiliza os palestinos que vivem no leste de Jerusalém, incluídos na campanha de vacinação no início de dezembro como parte da população de 9,3 milhões de habitantes. 

A expectativa do primeiro ministro Benjamin Netanyahu é que todo os israelenses de até 16 anos sejam vacinados até o final de março. Ele disse que permitiria uma reabertura do país, pós-pandemia, em meados de abril.

Apesar do prazo otimista, o Ministério da Saúde está preocupado com a diminuição de repasses da vacina da Pfizer-BioNtech.

Você viu?

Para conter o vírus, o governo monitora e limita o acesso a alguns locais de lazer que foram reabertos para pessoas que apresentam um "passe erde" no aplicativo que mostra o status de vacinação.

O Ministério da Saúde divulgou uma redução de 98,9% na mortalidade entre as pessoas que receberam as duas doses da vacina da Pfizer, na comparação com duas semanas atrás.

Além da redução da mortalidade, o governo também anunciou uma redução de 98,2% no número de casos graves da doença e de 98,9% na quantidade de pacientes hospitalizados com sintomas de Covid-19.

O país registrou mais de 740 mil casos e 5,5 mil mortes pela infecção, com direito a três lockdowns

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários