Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde do governo de São Paulo
Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
Jean Gorinchteyn, secretário da Saúde do governo de São Paulo

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, alertou hoje (26) que o estado corre risco de enfrentar um colapso no sistema de saúde devido ao aumento de internações por causa da Covid-19.

Gorinchteyn voltou a cobrar que a população faça sua parte e adote medidas de distanciamento social e uso de máscara em ambientes públicos.

"Estamos fazendo o melhor, mas tudo tem limite: recursos humanos, espaços em UTIs. Temos risco de colapsar. Precisamos do apoio da população. Mais do que nunca, a população tem de acolher nossos chamados", explicou Gorinchteyn.

De acordo com os dados apresentados pela equipe de Saúde do governo paulista, o estado tem 6.767 pessoas internadas em UTIs, 510 a mais do que o registrado no pico da primeira onda da doença no ano passado.

Com o ritmo atual da ocupação de, a uma taxa de 1,6% ao dia, as vagas podem acabar. "Teríamos risco de esgotamento de leitos em 20 dias, se medidas não fossem implementadas. Na Grande São Paulo, teríamos esgotamento em 19 dias", declarou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários