Órgãos de saúde ainda investigam se há relação entre os coágulos e a vacina
Igor Shimabukuro
Órgãos de saúde ainda investigam se há relação entre os coágulos e a vacina

A formação de coágulos sanguíneos em alguns pacientes, com a causa específica ainda não descoberta, causou a suspensão da vacina AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19 na Dinamarca. De acordo con informações da Agência Nacional de Saúde dinamarquesa à AFP, ainda "Não se pode concluir que exista uma relação entre a vacina e os coágulos".

Na Áustria, a suspensão de um lote dos imunizantes foi anunciado na segunda-feira (8), após morte de uma enfermeira de 49 anos. Segundo o boletim, a paciente apresentou "graves distúrbios de sangramento" após a vacinação. Por segurança, outros quase países suspenderam o mesmo lote: Estônia, Lituânia, Letônia e Luxemburgo.

Apesar do temor, uma investigação da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) apontou que não existe relação entre o imunizante e a morte da enfermeira. Até então, 22 casos de trombose foram notificados após a vacinação, sendo o total mais de 3 milhões de pessoas vacinadas com a AstraZeneca na Europa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários