Reunião ocorreu de forma virtual com membros do governo de SP e de outros estados
Reprodução/Governo do Estado de São Paulo
Reunião ocorreu de forma virtual com membros do governo de SP e de outros estados

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), participou nesta segunda-feira (22) de uma reunião virtual com representantes estaduais e oito empresas privadas para tratar sobre o fornecimento de oxigênio. De acordo com o presidente da InvesteSP, Wilson Mello, o estado garante que o insumo não faltará em São Paulo.

O governo já reconhece que os cilindros de oxigênio estão em falta de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades Básicas de Saúde (UBS), que são de responsabilidade municipal. Na reunião, então, houve a negociação por emprésticos de cilindros ou doação por empresas privadas, o que busca evitar um colapso na saúde por falta do recurso.

Ainda segundo Mello - que garante que "não vai faltar oxigênio" - a estimativa é de que 400 novas unidades hospitalares sejam habilitadas com oxigênio adicional. A preocupação com a falta do insumo ocorre diante do crescimento acelerado de casos e internações por Covid-19, que já causam a ocupação de cerca de 80% dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva no estado de São Paulo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários