Vacina contra Covid-19
Pixabay/Creative Commons
Vacina contra Covid-19

João Pessoa, Rio Branco e Salvador suspenderam a vacinação contra a Covid-19, nesta quarta-feira (14), por falta de imunizantes para a 1ª dose. De acordo com uma reportagem do G1, além destas capitais, em Curitiba, a ampliação 1ª dose para pessoas com 66 anos ou mais, que começou na terça-feira (13), foi suspensa nesta quarta. O governo do Paraná e a Prefeitura de Curitiba afirmam que as vacinas enviadas pelo governo federal acabaram.

Sobre a falta de imunizantes em João Pessoa, o governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania), disse em uma rede social que o estado deve receber novas doses no sábado. Ele citou "a manutenção do fluxo de entregas por parte do Ministério da Saúde" como ponto importante para dar sequência à imunização.

Veja:

Natal

De acordo com a reportagem do G1, a aplicação da 1ª e 2ª doses são feitas apenas com a vacina da AstraZeneca porque desde segunda-feira (12) não há mais doses da CoronaVac devido à reserva técnica para aplicação da 2ª dose do imunizante. 

Rio Branco

Rio Branco está sem aplicação da 1ª dose por falta de vacinas desde terça-feira (13), mas a 2ª dose continua a ser aplicada. Esta é a quarta paralisação na cidade por falta de doses, segundo governo do Acre e prefeitura. Não há prazo para normalização. 

Salvador

Você viu?

A aplicação da 1ª dose está suspensa para todos os públicos, mas a 2ª dose segue. A previsão é que a retomada ocorra na quinta-feira (15), quando está prevista a chegada de uma nova remessa de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde.

Rio de Janeiro

A campanha de vacinação na cidade do Rio de Janeiro pode ser suspensa a partir desta quinta-feira (15), dia marcado para imunização de mulheres com 62 anos, caso uma nova remessa de vacinas não cheguem até o fim desta quarta (14).

O secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, afirmou que há a expectativa de chegada de 215 mil novas doses, conforme cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde , o que possibilitaria a manutenção do calendário, sem interrupção. Até aqui, porém, ainda não há a confirmação desse envio.

"Talvez (a campanha seja suspensa) se não chegar dose. Deve chegar hoje, estamos aguardando", resumiu Soranz, que explicou que a previsão dessa remessa era de 215 mil doses.

Fonte: G1.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários