Grávida desenvolve trombose após tomar vacina AstraZeneca no RJ
Foto: shutterstock/Reprodução
Grávida desenvolve trombose após tomar vacina AstraZeneca no RJ

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e o Ministério da Saúde vão investigar o caso de uma mulher grávida que desenvolveu quadro de trombose dias após tomar a vacina contra a Covid-19 de Oxford/AstraZeneca.

O objetivo da apuração é entender o histórico de saúde da paciente e se é possível estabelecer uma relação entre a aplicação da vacina e o efeito adverso. 

Na bula da vacina, a farmacêutica incluiu a formação de coágulos como efeito colateral do imunizante, mas é um evento adverso considerado muito raro. 

O secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, disse à CNN que o caso será investigado pelo município, estado, governo federal e pelos produtores da vacina. 

No Rio de Janeiro, o caso em investigação não paralisa a vacinação contra a doença. De acordo com o plano estadual, gestantes com comorbidades a partir de 18 anos continuam autorizadas a receber o imunizante nos postos de saúde do estado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários