Vacina do Butantan (Coronavac)
Crédito: SOPA Images/LightRocket via Getty Images
Vacina do Butantan (Coronavac)

O Instituto Butantan divulgou nesta terça-feira (9), novos dados sobre a segurança da vacina CoronaVac para crianças e adolescentes de 3 a 17 anos. 

Resultados premilinares do estudo realizado pela Sinovac na África do Sul, no Chile, na Malásia e nas Filipinas, mostram que o imunizante é seguro e pode ser aplicado para a faixa etária em questão.

Os ensaios clínicos estão na Fase 3, a última parte do estudo antes da obtenção do registro sanitário e que tem como finalidade comprovar a eficácia da vacina. 

Segundo Insituto, os teste acontecem desde outubro e envolveram mais de 2.140 pessoas. A farmancêutica Sinovac deve dar continuidade aos estudos para aplicação em bebês de 6 meses a 3 anos.

Segundo o jornal South China Morning Post, cerca de 18% dos voluntários tiveram reação com a segunda dose do imunizante. Os sintomas foram leves, envolvendo dor no local da aplicação e dores de cabeça. 

Tudo indica que o Insituto Butantan deve fazer um novo pedido de uso emergencial para aplicação da vacina em crianças e adolescentes. Em agosto, quando fizeram o primeiro pedido, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou por falta de informações. 

Leia Também

Na China, a Coronavac já é usada para crianças acima de 3 anos, se mostrando segura e eficaz com 96% de resposta imunológica. No Brasil, o único imunizante autorizado até o momento é da Pfizer, que pode ser aplicada a partir dos 12 anos. 





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários