O bullying pode levar a problemas de auto estima, depressão e ansiedade
shutterstock/Reprodução
O bullying pode levar a problemas de auto estima, depressão e ansiedade

Assédio moral e bullying são problemas que destoam das normas de convivência em sociedade. O esperado pela maioria dos indivíduos é que os espaços cotidianos como escola e trabalho estejam preparados para garantir um ambiente socialmente saudável aos alunos e trabalhadores.

O bullying e o assédio são a gressões psicológicas que colocam o indivíduo afetado em condições de vulnerabilidade.

Mas afinal o que é bullying?

É uma forma de agir para amedrontar e acuar uma pessoa, é mais comum no ensino fundamental e médio, mas também pode ocorrer no ensino superior. A prática pode ser identificada quando se nota um padrão de agressão e perseguição com uma vítima , uma agressão isolada não pode ser caracterizada como bullying.

Os tipos de bullying são:

Físico, quando inclui agressões como chutes, empurrões, socos e afins. 

Verbal, onde ocorrem apelidos pejorativos, xingamentos e provocações. 

Escrito, com bilhetes, cartas, pichações, cartazes ou faixas são utilizados para depreciar uma pessoa. 

Material, danificações de pertences, roubos, objetos atirados. 

Moral, onde é utilizada a tática de difamar, intimidar ou caluniar uma pessoa. 

Sexual, agressão de caráter sexual, como exposição da nudez, toques inapropriados e insinuações.

Você viu?

E, por fim, o cyberbullying , feito pela internet, por meio de e-mails, fotos, vídeos e posts, que pode em pouco tempo tomar um alcance desproporcional.

E assédio, o que é?

Se caracteriza pela exposição de alguém a situações humilhantes e constrangedoras de forma repetitiva. Geralmente ocorre em ambiente de trabalho durante o exercício de funções.

A prevalência desse tipo de situação se dá geralmente de forma hierárquica, onde condutas negativas relações antiéticas e desumanas são realizadas como forma de constrangimento.

Os tipos de assédio são:

Vertical descendente , praticado por um trabalhador hierarquicamente superior ao assediado, pode ser caracterizado por um gerente que cobra metas abusivas, colocando o trabalhador em situação humilhante. 

Moral organizacional, onde o empregado sofre violência psicológica da própria empresa, onde, geralmente, são estimuladas competições através da propagação do medo (normalmente por meio de ameaças, mesmo que de menor grau). 

Assédio moral horizontal, ocorre entre empregados da mesma hierarquia, pode ser caracterizado por um funcionário que debocha de outro por não conseguir cumprir uma meta.

Por fim, o assédio moral ascendente , que, embora seja raro, se caracteriza quando um funcionário hierarquicamente inferior assedia um superior.

Quais os impactos do bullying e do assédio na vida das pessoas que o sofrem

Essas humilhações podem acarretar problemas de autoestima, ansiedade, depressão, irritabilidade, apatia, perturbações do sono e memória, problemas digestivos podendo até levar o indivíduo ao suicídio.

Portanto, é importante que essas situações sejam cada vez mais debatidas, para evitar que aconteçam e sejam interrompidas quando percebidas, seja por terceiros ou pelo próprio indivíduo com ajuda de terceiros, como a diretoria da escola, ou o RH empresa.

Para participar da  Semana da Saúde e obter informações, inscreva-se neste formulário e ainda ganhe 5 e-books, sobre os temas da Semana, gratuitamente, sem sorteio:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários