O trabalho remoto, embora tenha pontos positivos, trouxe também problemas que afetam a saúde física e mental dos trabalhadores
shutterstock
O trabalho remoto, embora tenha pontos positivos, trouxe também problemas que afetam a saúde física e mental dos trabalhadores

Com a pandemia, diversas mudanças precisaram ser feitas na sociedade e a implantação do trabalho remoto foi uma delas. Apesar dos pontos positivos como mais tempo com a família, menos desgaste com trajeto e trânsito e maior flexibilização de horários , o home office pode ser, por outro lado, prejudicial à saúde mental dos trabalhadores.

A falta de um ambiente físico ideal para trabalhar, dificuldade de separar as atividades domésticas das profissionai s e incapacidade de se desligar totalmente do ambiente de trabalho são alguns dos fatores que dificultam a estabilidade emocional, trazendo alguns problemas como estresse e ansiedade.

Apesar de diminuir a circulação de pessoas na rua, evitando o contágio da Covid-19, a falta de um ambiente propício ao trabalho, como ausência de uma boa cadeira pode gerar problemas de coluna. Além disso, a falta de socialização pode acarretar em estresse, fobia social e ansiedade . Para quem tem filhos, o trabalho remoto pode ser afetado pela presença constante das crianças na casa, afetando o rendimento profissional.

Para melhorar a saúde física e mental é interessante preparar um ambiente para trabalho, evite também trabalhar na cama , se possível arrume uma cadeira confortável para evitar dores na coluna.

Você viu?

Saiba separar o espaço profissional do doméstico, escolha um ambiente calmo e silencioso para executar as funções do trabalho. Dê um tempo do celular após terminar o expediente, a quantidade enorme de interação virtual pode gerar estresse mental.

Mesmo com todo esforço pessoal, as vezes é necessário procurar o apoio de um profissional como psicólogo ou psiquiatra para ajudar a manter uma boa saúde mental nesses tempos de pandemia. Em meio às angústias desse período crítico é mais que normal se sentir fragilizado e emocionalmente desgastado.

Para participar da  Semana da Saúde e obter informações, inscreva-se neste formulário e ainda ganhe 5 e-books, sobre os temas da Semana, gratuitamente, sem sorteio:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários