Tamanho do texto

Médicos descobrem que paciente sofria de neurocisticercose, infecção do sistema nervoso central causada pela larva Taenia solium; doença ocorre por ingestão de legumes e frutas mal-lavadas e carne de porco malcozida; leia

Equipe médica encontrou 100 ovos de tênia no cérebro de menina indiana de 8 anos, após ela sofrer dores de cabeça
Reprodução/Shutterstock
Equipe médica encontrou 100 ovos de tênia no cérebro de menina indiana de 8 anos, após ela sofrer dores de cabeça

Uma menina de oito anos descobriu que estava com 100 ovos de tênia alojados no cérebro após sofrer com fortes dores de cabeça. A indiana, que não teve a identidade divulgada, passou a sofrer com ataques epilépticos e não conseguia mais realizar atividades cotidianas, o que preocupou a família, que decidiu procurar ajuda médica em Nova Déli.

Leia também: Milhares de vacinas defeituosas foram distribuídas a crianças na China

De acordo com o Daily Mail , inicialmente, a garota recebeu altas doses de medicamentos que atuavam no combate de cistos cerebrais. Entretanto, depois do tratamento se mostrar ineficaz e a criança ganhar 20 kg, os pais da paciente a transferiram para o Hospital Fortis, em Gurgaon, onde os médicos descobriram os ovos de tênia alojados no cérebro da menor de idade.

A equipe disse que foi possível descobrir que a paciente sofria de uma condição conhecida como neurocisticercose, uma espécie de infecção do sistema nervoso central gerada pela larva Taenia solium, por meio de uma série de exames. 

Os profissionais acreditam que os ovos tenham chegado ao cérebro pela corrente sanguínea, a partir do estômago. Eles sugeriram que isso pode ter ocorrido por meio do consumo de frutas ou legumes mal-lavados, e carne de porco malcozida. 

O diretor de neurologia do Hospital Fortis, Praveen Gupta, explicou que os 100 pontos brancos detectados no cérebro da paciente ocorreram pela ingestão de alimentos infestados por vermes.

Ele expôs que os sintomas sentidos são causados pelos ovos hopedados no sistema nervoso, o que gera a neurocisticercose, caracterizada por fortes dores de cabeça, convulsões epilépticas e confusão mental. “Muitos pacientes não sabem, mas infestações de tênias no cérebro são comuns. A infestação parasitária em alimentos passa despercebida em vários casos”.

Tratamento para eliminar ovos de tênia

Doença gerada por ovos de tênia se dá por meio de  consumo de frutas e legumes mal lavados e carne de porco mal cozida
shutterstock
Doença gerada por ovos de tênia se dá por meio de consumo de frutas e legumes mal lavados e carne de porco mal cozida

Depois de passar por um tratamento para matar os ovos alojados no cérebro e de ser medicada para reduzir o inchaço causado pela infecção, a indiana se recuperou gradualmente e conseguiu voltar a estudar.

Leia também: Falta investimento para conter epidemia de HIV no mundo, dizem pesquisadores

O pai da garota, que também não teve a identidade revelada, ressaltou que "ele e outros familiares não desconfiaram da doença pelo fato de a filha sempre ter sido uma criança saudável". "Acho que tivemos sorte de identificarmos a condição de nossa pequena a tempo de os ovos eclodirem, causando ainda mais danos ao cérebro dela”, acrescentou.

Leia também: Diagnosticada com câncer terminal, mulher recebe tratamento com ajuda de doações

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece a infestação por tênia no sistema nervoso central como uma das principais causas de epilepsia.  Segundo a OMS, mesmo detendo 30% dos casos acerca da doença no geral, a neurocisticercose, gerada pelos ovos de tênia , é a causa mais evitável de epilepsia em todo o território mundial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.