coronavírus
Marcelo Casal/EBC
Leitos exclusivos de Covid-19 no Rio de Janeiro

Um estudo realizado por pesquisados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) aponta que, até agora, nenhum estado Brasileiro apresenta redução da curva de contágio da Covid-19 . A informação confronta a versão de muitos governos, que alegam a estabilização e redução da transmissão como justificativa para planos de reabertura.

De acordo com a análise, ocenário atual pode configurar um " platô " ou pico da doença, que "pode se prolongar indefinidamente". A pesquisa ainda destaca o crescimento da epidemia em municípios que dependem do sistema de saúde de grandes cidades, ou seja: no interior dos estados.

"O que acontece na região metropolitana se repete no interior com duas ou três semanas de atraso. Por isso é importante manter as medidas de isolamento, mesmo depois de passado o 'pico' nas capitais", explica o epidemiologista Diego Xavier, em nota publicada pela Fiocruz.

O estudo ainda alerta, não pela primeira vez, sobre o risco de considerar a lotação das Unidades de Terapia Intensiva como critério mais forte para o relaxamento do distanciamento social.

    Veja Também

      Mostrar mais