Dimas Covas%2C diretor do Instituto Butantan
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan

Nesta quinta-feira (12), o presidente do Instituto Butantan , Dimas Covas, afirmou que  não houve qualquer “estremecimento” na relação entre o centro de pesquisa e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). As informações foram dadas pela CNN Brasil .

Na última segunda-feira (9), a Anvisa suspendeu os testes da CoronaVac no Brasil após o registro de um evento adverso grave não esperado . O imunizante contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) é desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Na terça-feira (10), a Anvisa e o Butantan apresentaram  versões com detalhes distintos sobre os acontecimentos. Na quarta-feira (11),  a agência reguladora autorizou a retomada dos testes .

Diante dos desdobramentos dos últimos dias , Dimas Covas afirmou que “não houve nenhum estremecimento” entre as instituições.

“O relacionamento do Butantan com a Anvisa, apesar deste episódio, foi mantido em bom nível ”, disse.

Covas ressaltou também que o Butantan ainda possui vários processos em andamento com a Anvisa e que o relacionamento “tem que ser estreitado sim”.

“Nós não podemos nos comunicar com a Anvisa através de comunicados de imprensa. É isso que nós esperamos, que haja uma transparência absoluta de ambas as partes”, declarou.

    Veja Também

      Mostrar mais