Cilindros de oxigênio
Ministério da Saúde/Divulgação
Cilindros de oxigênio que foram enviados para Manaus (AM) de Campinas no sábado (16)

A cidade de Itacoatira, a terceira mais populosa do Amazonas , só tem estoques de oxigênio para atender seus pacientes com Covid-19 até às 20h. O município tem 90 pessoas internadas com a doença.

A diretoria do Hospital Regional José Mendes pediu ajuda e providência ao MP estadual, mas o caso de Itacoatiara exemplifica a situação de um total de nove cidades do interior do Amazonas.

Nessas outras cidades, promotores estaduais ingressaram com ações civis na Justiça para exigir suprimento de oxigênio e a transferência de pacientes graves.

Você viu?

Segundo o Ministério Público, pelo menos quatro novas ações serão ajuizadas na tarde desta terça-feira (19).

As cidades mais afetadas são Parintins, Itacoatiara, Tefé, Iranduba, Nova Olinda do Norte, Autazes, Manacapuru e Coari.

No caso de Coari, a situação é pior porque sete pacientes morreram desde segunda-feira (18) por falta de oxigênio. Em Itacoatiara, foram oito mortes no final de semana por asfixia.

Em outros municípios, como Tabatinga, na fronteira com a Colômbia, a situação é melhor em razão da ajuda do país vizinho. Incrustada na selva amazônia e colada na cidade colombiana de Leticia, Tabatinga tem recebido cilindros de oxigênio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários