Maria Van Kerkhove, líder técnica do programa de emergências da da OMS
Christopher Black/OMS
Maria Van Kerkhove, líder técnica do programa de emergências da da OMS


A epidemiologista da OMS (Organização Mundial da Saúde) Maria Van Kerkhove chamou atenção, nesta terça-feira (17), para a variante Delta,  que tem representado a maior parte dos vírus sequenciados no mundo.

Leia: Variante Delta pode diminuir eficácia de vacinas, afirma Opas

Segundo a epidemiologista, há evidência que sustenta a tese de que, além de mais transmissível, a variante aumenta o risco de hospitalizações entre os infectados. Van Kerkhove, no entanto, negou que haja dados que indiquem uma maior mortalidade entre aqueles que contraíram a cepa. 

Além disso, a epidemiologista disse que a Covid-19 pode se tornar uma doença endêmica, aparecendo de tempos em tempos no futuro. A especialista não acredita que a doença volte a circular no mesmo ritmo de hoje e nem em tantas regiões do mundo ao mesmo tempo.

Mesmo assim, ela afirmou que o cenário da pandemia continua "muito desafiador" a nível global e lamentou que não tenha acontecido uma grande caminhada em tanto tempo de crise sanitária. "Não deveríamos estar nesta posição com as ferramentas que temos", disse.

De acordo com a epidemiologista da OMS, mais de 4,4 milhões de infecções e 60 mil mortes por Covid-19 foram reportadas à OMS na semana passada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários