Mais de 2 mil assinaram termo de recusa da vacina em São Paulo
Reprodução: iG Minas Gerais
Mais de 2 mil assinaram termo de recusa da vacina em São Paulo


Pouco mais de 2 mil pessoas assinaram o termo de recusa da vacina contra a Covid-19 em postos de imunização da cidade de São Paulo até esta segunda-feira (16). A medida é para evitar que pessoas escolham a dose que desejam tomar e  coloca no fim da fila quem não quiser receber o imunizante que estiver disponível naquele momento.

A regra entrou em vigor no dia 27 de julho, após decisão do prefeito Ricardo Nunes e contempla também as pessoas chamadas pela  “xepa”. A motivação foram os relatos de pessoas se dirigindo em diversos postos e perguntando qual o imunizante disponível em uma tentativa de escolher a vacina que deseja tomar.

Covid-19 em São Paulo

Apesar podem verificar a dose disponível para a segunda aplicação. Isso pode ser feito no Filômetro, criado em São Paulo para observar a lotação da fila da vacina nos postos, que agora também ajuda quem deve tomar a segunda dose. As únicas pessoas isentas de precisam assinar o termo são grávidas e puérperas, e quem tiver comorbidade comprovada por recomendação médica.

Além da capital paulista, outras cidades da região metropolitana de São Pauli tomaram a mesma decisão. São elas: Osasco, Embu das Artes, São Caetano do Sul, Guarulhos e São Bernardo do Campo.

Você viu?

Segundo o governo de São Paulo, mais de 44 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas no estado. 92% dos adultos já receberam pelo menos uma dose da vacina e destes, 28,6% estão com a imunização completa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários