Covid-19: Governo de SP anuncia 3ª dose para idosos a partir de 6 de setembro
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Covid-19: Governo de SP anuncia 3ª dose para idosos a partir de 6 de setembro

O governo de São Paulo vai aplicar a  3ª dose da vacina contra a Covid-19 a partir do dia 6 de setembro em idosos com mais de 60 anos. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (25), durante coletiva de imprensa.

O público elegível neste primeiro momento para tomar a dose adicional é de cerca de 900 mil pessoas. "Nós temos no estado uma situação de melhora nos indicadores, mas também temos uma preocupação com a  variante Delta na nossa populaçao", afirmou o coordenador do comite científico do estado, Paulo Menezes.

E completou: "O que nós observamos em outros paises é que, mesmo com a cobertura vacinal, a variante Delta se espalhou e se tornou dominante e, portanto, neste momento, entendemos que é um passo a mais na segurança de proteção da população mais vulnerável essa possibilidade de ter a 3ª dose".

"O comite científicio entende que, neste momento, é fundamental antecipar a 2ª dose das vacinas, diminuir o intervalo entre as doses e também a imunização com essa dose de reforço. Isso esta sendo feito no mundo inteiro com todas as vacinas. Essa é uma recomendação para a população com maior risco, que são os idosos", afirmou João Gabbardo, coordenador executivo do comite científico.

Ministério da Saúde também recomendou 3ª dose 

Mais cedo, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga,  anunciou que a 3ª dose da vacina contra a Covid-19 vai começar a ser aplicada em idosos e pessoas imunossuprimidas a partir do dia 15 de setembro. O intervalo entre doses das vacinas da Pfizer e AstraZeneca também vai ser dimunuído para tentar conter o avanço da variante Delta no Brasil.

Segundo o Ministério da Saúde, todos os imunossuprimidos que já tomaram a 2ª dose da vacina há 28 dias poderão receber o reforço a partir da segunda quinzena de setembro. No caso dos idosos, eles devem ter tomado a 2ª dose há mais de seis meses. A imunização de reforço vai ser para pessoas com mais de 70 anos. 

O Ministério da Saúde informou que a imunização deverá ser feita, preferencialmente, com uma dose da Pfizer, ou de maneira alternativa, com a vacina da Janssen ou AstraZeneca.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários