Médicos pedem para serem incluídos no grupo que vai receber a 3ª dose da vacina
Reprodução: iG Minas Gerais
Médicos pedem para serem incluídos no grupo que vai receber a 3ª dose da vacina

Os sindicatos médicos do Rio Grande do Sul (Simers) e Minas Gerais (Sinmed-MG) enviaram um ofício ao Ministério da Saúde pedindo para que médicos e profissionais da saúde sejam incluídos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 , para que recebam a dose de reforço da vacina.

A 3ª dose foi autorizada pelo Ministério da Saúde para idosos acima de 70 anos e imunossuprimidos a partir da segunda quinzena de setembro. Em alguns estados, como São Paulo, o reforço já começou para quem tem 90 anos ou mais.

O documento destaca o trabalho do setor na linha de frente do combate à pandemia, "mostrando-se essenciais para a continuidade do combate e estão em constante exposição ao vírus".

"O pedido da aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19 em médicos e profissionais da saúde é respaldada por pesquisa realizada junto aos associados. Mais de 90% manifestaram interesse na dose adicional dos imunizantes", explica o presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, Marcelo Matias.

"Nosso pedido é que seja levado em consideração o trabalho que os profissionais realizam na linha de frente no combate à pandemia e a necessidade que recebam o reforço com a máxima brevidade possível", acrescentou.

O presidente do Sinmed-MG, Jordani Machado, diz que a solicitação visa preservar a saúde de quem ainda está exposto diariamente ao vírus. "Por isso, o Sinmed-MG une forças ao Simers para solicitar oficialmente esse reforço da vacina contra Covid-19. A união das entidades médicas é essencial para mostrar o quão importante é lutar pelos direitos dos nossos colegas médicos", conclui.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários