Covid-19: mesmo com Delta, Rio tem queda nos indicadores e melhora em municípios
Reprodução/FreePic
Covid-19: mesmo com Delta, Rio tem queda nos indicadores e melhora em municípios

Embora a  variante Delta corresponda a 95,8% dos casos de Covid-19 no  Rio de Janeiro, a cidade registra queda nos indicadores da pandemia, provocada, na avaliação da prefeitura, pela vacinação. Nas internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG), a redução foi de 26% entre o total da semana passada (semana epidemiológica 35) e o total semanal de duas semanas atrás (semana epidemiológica 33).

Com base nisso, o município resolveu descer o nível de alerta em algumas Regiões Administrativas (RAs) de alto para moderado. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, na divulgação do 36° boletim epidemiológico da cidade.

As seis RAs onde o nível de alerta está moderado são: Portuária, São Cristóvão, Penha, Ilha de Paquetá, Santa Teresa e Barra da Tijuca. Anteriormente, todas as 33 RAs estavam com nível alto de risco de transmissão de contágio.

"Nos atendimentos de rede de urgência e emergência, temos tido uma redução dos atendimentos. Essa redução continua, pois já tínhamos mostrado na semana passada", explicou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Márcio Henrique Garcia. "A queda se confirma também nas internações. Comparando a semana 33 com a 31, tivemos 26% de queda nesse indicador. Antes tínhamos 10%, então a redução vem aumentando. Ontem chegamos a ficar com menos de 700 pessoas internadas".

Segundo Garcia, os números de casos confirmados por semana epidemiológica segue a mesma tendência:

"Depois de várias semanas de aumento importante, tivemos uma queda. E, no de óbitos, depois que vimos uma estabilização nesse aumento, a tendência é de queda".

Você viu?

A prefeitura também informou que a variante Delta correspondeu a 95,8% dos casos do Rio em agosto. Contudo, o aumento de casos suscitado pela nova linhagem não se refletiu, não ao menos na mesma intensidade, no número de mortes.

"Temos uma predominância quase total da nova variante em agosto. Mas a gente vê uma taxa de letalidade muito menor com a variante Delta, o que mostra o efeito da vacinação", disse o secretário Daniel Soranz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários