Teste positivo para Covid-19
Reprodução: commons - 06/06/2022
Teste positivo para Covid-19

A Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed) realizou um levantamento que aponta que os casos de Covid-19 na rede particular brasileira aumentaram 780% no intervalo entre as semanas de 24 a 30 de abril e 29 de maio a 4 de junho. De acordo com o estudo, os novos diagnósticos saltaram de 5,6 mil no primeiro período para 50,5 mil na primeira semana de junho.

Se estendermos a lupa, porém, à última semana de maio — e, portanto, aos dados dos 7 dias anteriores aos dados mais recentes, a diferença é de 43%. Com o avanço dos casos, o número de testes também aumentou, passou de 102,4 mil testes da semana entre 22 a 18 de maio para 143,2 mil entre 29 de maio e 4 de junho.

A taxa de positividade desses testes oscilou pouco entre o final de maio e o começo de junho teve um ligeiro aumento: passou de 34,4% para 35,3%. O aumento, contudo, é mais intenso quando se compara ao começo de maio, época em que o índice de testes positivos era de menos de 15%.

A Abramed têm acesso a dados de laboratórios diagnósticos que processam cerca de 65% do volume de exames no país. As taxas correspondem ao cenário brasileiro como um todo.

Outros aumentos

Com o aumento de casos, vale dizer, é esperado que as internações também tenham um gradual incremento. No Hospital Albert Einstein em São Paulo, por exemplo, o número de internados em um mês passou de 13 para 72, um aumento de 454%.

No Hospital Sírio-Libanês, também em São Paulo, por outro lado, o aumento foi sentido por meio de movimentações no funcionamento do atendimento dos pacientes. Diante da alta de pessoas necessitando de internação, alas específicas para Covid-19 foram criadas, algo que não se via por ali desde abril deste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários