Vacina Coronavac%2C desenvolvida pela China%2C contra a Covid-19
Foto: Fotoarena / Agência O Globo
Vacina Coronavac, desenvolvida pela China, contra a Covid-19

O governo de São Paulo contratou nove voos que sairão da China com destino ao Brasil para transportar as 6 milhões de doses já prontas da Coronavac, vacina desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. 

Além das doses, também será transportado o insumo necessário para a formulação e envase das outras 40 milhões de doses das vacinas no País.

Ao todo, o material viajará em três voos de carga comerciais e seis voos fretados exclusivamente para trazer esse carregamento especial. As informações são da Época.

Durante coletiva de imprensa, no Palácio dos Bandeirantes, governador João Dória (PSDB) anunciou que as primeiras 6 milhões de doses chegariam ao país até a próxima segunda-feira (2).

Porém, a nova previsão é entre 15 e 20 dias porque agora depende da autorização de exportação pelo governo chinês. "Nossa prioridade absoluta é que essa matéria-prima chegue ao Brasil o quanto antes para que a vacina comece a ser produzida. Pedimos ajuda à Embaixada da China no Brasil e pedimos urgência na análise. Agora estamos aguardando a resposta", explicou Dimas Covas, diretor do Butantan, em entrevista à Época.

    Veja Também

      Mostrar mais