Mais de 7 milhões de testes comprados pelo governo federal estão em estoque, de acordo com a pasta
Foto: Reprodução
Mais de 7 milhões de testes comprados pelo governo federal estão em estoque, de acordo com a pasta

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta quinta-feira (10), uma resolução que estende o prazo de validade de testes para detecção de Covid-19 que estão perto de vencer.

Na quarta-feira, a pedido do Ministério da Saúde, a Diretoria Colegiada da Anvisa já havia aprovado a extensão da validade de testes RT-PCR da marca Allplex 2019 n-CoV Assay.

Mais de 7 milhões de testes comprados pelo governo federal estão em estoque, de acordo com a pasta. Agora, a nova medida estende esse benefício a outros testes próximos do vencimento.

A medida permite que extensão retroativa do prazo mesmo a testes ainda que eles tenham sido registrados antes da vigência dessa norma.

Segundo a agência, a regra vale apenas produtos para diagnóstico in vitro registrados na Anvisa e que tenham tido a solicitação de alteração de prazo de validade aprovada.

No fim de novembro, o jornal O Estado de S. Paulo divulgou que milhões de kits de exame RT-PCR comprados pelo governo federal, obtidos por intermédio da Organização Panamericana de Saúde (Opas), estavam para vencer até janeiro de 2021.

Em seguida, o Ministério da Saúde informou que recebeu da Opas um relatório que demonstrava a possibilidade de extensão do prazo e encaminhou a demanda à Anvisa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários