Vacina
Reprodução
Laboratório Sinopharm é o responsável pelo desenvolvimento da candidata a vacina

Na última quarta-feira (22), o Grupo Farmacêutico Nacional da China (Sinopharm) divulgou detalhes sobre o desenvolvimento de mais uma potencial  vacina contra a Covid-19 e afirmou que o objetivo é finalizar o processo de produção e início de distribuição ainda em 2020.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, a informação foi confirmada pelo CEO da empresa, Liu Jingzhen, em entrevista à emissora estatal chinesa CCTV, que revelou ainda que a ideia é finalizar a última etapa de testes da vacina em humanos nos próximos três meses.

No último mês de junho, a unidade da Sinopharm responsável pelos dois projetos envolvendo a produção de uma vacina contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2) havia confirmado que a produção deveria ficar apenas para 2021. A justificava era a falta de pessoas infectadas no país após a rígida quarentena e as medidas de isolamento, que frearam a expansão da doença.

Porém, assim como tem ocorrido com as vacinas desenvolvidas pela Universidade de Oxford , pelo  laborátório Pfizer e pela Sinovac Biotech, os pesquisadores encontraram locais alternativos para dar prosseguimento aos testes.

Com isso, a China garante ao menos três estudos distintos que buscam uma vacina para a Covid-19. A terceira é a produzida pela empresa CanSino Biologics em parceria com a unidade de pesquisa do Exército chinês. Nesta semana, a empresa divulgou os primeiros resultados dos testes, que confirmaram que a vacina é segura e induz resposta imunológica .

    Veja Também

      Mostrar mais