Antonio Barra Torres%2C diretor-presidente da Anvisa.
Reprodução/Globonews
Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Anvisa.

Nesta terça-feira (10), o almirante Antonio Barra Torres, diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa ), declarou que a  interrupção dos testes da CoronaVac no Brasil foi uma “decisão técnica”.

Antonio Barra Torres informou que a decisão de interromper os testes da CoronaVac no Brasil possui caráter técnico e foi tomada pela Gerência Geral de Medicamentos (GGMED).

Barra afirmou também que as informações recebidas pela Anvisa são insuficientes .

“As informações veiculadas ontem foram consideradas, pela área técnica, insuficientes e incompletas para que fosse possível, de posse delas, continuar permitindo o desenvolvimento vacinal ”, declarou.

“Diante de informações incompletas , a área técnica só tem uma decisão a tomar quando está em sede de um evento adverso grave não esperado”, completou o diretor-presidente ao justificar a interrupção dos testes.

    Veja Também

      Mostrar mais