Doria fala sobre estudo que sugere eficácia da CoronaVac contra a variante Delta
Reprodução
Doria fala sobre estudo que sugere eficácia da CoronaVac contra a variante Delta


O governador de São Paulo, João Doria, participou de mais uma coletiva de imprensa nesta quarta-feira (18). Na ocasião, ele divulgou resultados de um estudo realizado na China que sugere a eficácia da vacina CoronaVac contra a variante Delta da Covid-19. Até então, nenhuma pesquisa havia feito a relação entre a vacina com a  nova cepa que tem se espalhado pelo Brasil.

"Estudo realizado na China e já publicado de maneira prévia na The Lancet, uma das mais prestigiosas revistas científicas do mundo, demonstra que a vacina do Butantan, a CoronaVac, evita o desenvolvimento de casos graves da Covid-19 causados pela variante Delta", disse Doria. O governador também afirmou que a vacina demonstrou ser eficaz para prevenir pneumonias decorrentes da variante.

Segundo Dimas Covas, o presidente do Instituto Butantan, o estudo foi feito com mais de 10 mil pessoas, não havendo nenhum óbito pela variante Delta entre elas. Além disso, os resultados demonstraram que as duas doses da CoronaVac têm uma eficácia de 69% a 77% para evitar a pneumonia decorrente da Covid-19.

Você viu?


Outras pesquisas já haviam atestado a eficácia das vacinas da AstraZeneca e Pfizer contra a Delta.  Um estudo britânico, no entanto, reforçou a necessidade da segunda dose das vacinas contra a variante da Covid-19. Pesquisadores do sistema de saúde do Reino Unido e da Universidade de Oxford, em parceria com o Imperial College London, identificaram uma eficácia de cerca de 30% dos imunizantes contra a cepa na aplicação de apenas uma dose.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários