Mila Kunis e Ashton Kutcher não tomam banho todos os dias
Reprodução
Mila Kunis e Ashton Kutcher não tomam banho todos os dias


A notícia de que os atores  Ashton Kutcher e Mila Kunis não tomam banhos todos os dias pegou muita gente de surpresa. Durante uma entrevista à apresentadora Dax Shepard, o casal afirmou que nem seus filhos tomam banhos diariamente. Ao iG Saúde, o dermatologista Lucas Miranda explica que este hábito não necessariamente causa danos à saúde.

Segundo o médico, tudo que é extremo demais acaba sendo prejudicial – seja com a falta ou excesso de higiene. "Não tomar banho também pode ser prejudicial, principalmente para nós, brasileiros, que vivemos um clima tropical, quente e úmido. Nós transpiramos mais e esse acúmulo de gordura e sebo, a longo prazo, pode prejudicar a pele, obstruindo seus poros e favorecendo a proliferação de fungos e bactérias."

Por outro lado, o excesso de banho também é um problema. "Pessoas que tomam banho várias vezes ao dia tendem a reduzir a hidratação da pele, deixando-a com o aspecto mais seco. Se lavamos excessivamente a camada protetora da pele, removemos, mesmo sem saber, essa proteção e deixamos nosso corpo mais suscetível a infecções e bactérias", explica.

Miranda ainda dá uma outra dica: não abusar do sabonete, da água quente e nem tomar banhos muito demorados. "Usar grandes quantidades de sabão no banho é desnecessário porque sua função de limpeza cumpre-se de forma eficaz com uma quantidade menor, ou seja, usar muito sabão não fará com que a pele fique mais limpa, em contrapartida, irá prejudicá-la. O sabão em excesso retira a camada protetora da pele e faz com que fique mais ressecada."

Kunis e Kutcher também afirmaram que higienizam as axilas e partes íntimas diariamente, mas com um lenço umedecido. O médico ressalta que algumas partes do corpo exigem de fato uma maior atenção quando o quesito é higiene. "Nas partes íntimas, axilas e pés é importante que haja uma maior higienização diária, inclusive com sabonete (para as partes íntimas existem sabonetes específicos), pois são áreas que possuem glândulas que causam odor".

Miranda também lembra que a quantidade de banhos a se tomar por dia depende de vários fatores, não tendo uma resposta exata. "Não existe um número ideal. Tudo depende do clima, da temperatura, do ambiente em que o indivíduo está inserido, tipo de trabalho ou função. Isso é fator determinante para saber se é necessário 1 ou 2 banhos por dia."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários