França quer aplicar terceira dose contra Covid-19 temendo lotação de hospitais
Reprodução: ACidade ON
França quer aplicar terceira dose contra Covid-19 temendo lotação de hospitais


A França pretende oferecer uma  terceira dose da vacina contra a Covid-19 às pessoas de grupos de risco apartir de setembro. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (23) pelo ministro da Saúde Oliver Véran. Segundo informações da Rádio França Internacional, o país teme o aumento de casos com o fim das férias e volta às aulas.

Leia: Covid-19: Rio vai iniciar vacinação de idosos com 3ª dose em setembro

O ministro disse que já solicitou um parecer das autoridades de Saúde e espera que a recomendação da dose de reforço para pessoas com mais de 65 anos e imunodeficientes seja feita nos próximos dias. "Haverá um prazo de seis meses entre a segunda e a terceira dose, que será aberta no começo de setembro", disse a canal francês.

Segundo Véran, o pico de hospitalizações em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) pode ser atingido nos próximos dias e a vacinação com a terceira dose poderia evitar a saturação dos hospitais.

Nesta segunda a França registra 2.215 pacientes de Covid-19 em UTIs, o que representa um aumento de 87 internações em 24 horas. Apesar da alta, o número continua longe do pico da terceria onda. "É o resultado da vacinação e do passaporte sanitário", afirma o ministro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários