Alimentação

enhanced by Google
 

Chocolate amargo faz bem ao coração

O problema é saber se os benefícios suplantam o prejuízo dos quilos a mais, alertam pesquisadores

The New York Times

Compartilhar:

Foto: Getty Images Ampliar

Chocolate escuro: maior teor de cacau traz benefícios, mas gordura e calorias em excesso seguem sendo prejudiciais

Se você consegue lidar com as calorias e com o teor de gordura, um pedaço de chocolate escuro de vez em quando pode oferecer alguns benefícios à saúde.

Novas pesquisas sugerem que o cacau pode baixar a pressão arterial e o colesterol, prevenir o diabetes e melhorar a saúde dos vasos sanguíneos.

Então, porque não se render a uma barra de chocolate todos os dias? A questão é que os cientistas ainda não têm certeza se as desvantagens do consumo do cacau – como, por exemplo, potencial agravante da obesidade – poderiam superar seus benefícios.

Leia: Chocolate também é saúde

A pesquisa foi realizada com chocolate escuro sem açúcar, variedade ainda pouco comum nas prateleiras dos supermercados. O grupo de participantes que consumiu o chocolate, rico em substâncias conhecidas como flavonóides polifenólicos, teve melhor desempenho em diversas áreas, como a pressão arterial. Foi observada uma queda do colesterol ruim e um aumento do bom colesterol entre os participantes abaixo dos 50 anos de idade deste grupo.

As descobertas são provenientes de uma análise de dados de 21 estudos de alta qualidade que incluíram 2.575 participantes. Segundo os pesquisadores, ainda não está claro porque o chocolate apresenta os efeitos descritos nas pesquisas. Também não se sabe qual seria a quantidade ideal a ser consumida para alcançar os benefícios desejados.

Outra complicação possível quando o assunto é recomendar o consumo é o principal ingrediente do chocolate: o cacau.

“A pesquisa analisou os benefícios do cacau, utilizando um preparo específico deste ingrediente. A forma como ele é processado para ser utilizado em uma bebida ou barra de chocolate faz diferença na hora de oferecer benefícios à saúde”, disse Lona Sandon, professora de nutrição clínica do University of Texas Southwestern Medical Center, de Dallas.

“Em outras palavras, nem todo chocolate é criado da mesma forma."

Mesmo que o consumo moderado de chocolate possa ser benéfico à maioria das pessoas, Sandon diz que existem formas melhores e mais saudáveis de aprimorar a saúde do coração.

“A perda de peso é a principal delas quando o assunto é a prevenção da hipertensão e a melhora da resistência à insulina. A meu ver, o cacau não tem o poder de combater os maus hábitos alimentares”, disse ela.

Entretanto, a especialista complementa que existem maneiras de incluir o chocolate na alimentação mantendo as calorias e gorduras sob controle – como tomando chocolate quente com leite desnatado e adicionando chocolate em pó por cima do cappuccino ou a receitas culinárias.

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo